jump to navigation

Obesidade infantil – Plano de Saúde RJ October 6, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Não é nenhuma novidade para ninguém falar que gordura em excesso no organismo provoca diversos problemas de saúde. O preocupante é que a obesidade atinge cada vez mais crianças e jovens.

De acordo com um levantamento feito atualmente pelo IBGE, 18% dos meninos e 15,4% das meninas entre 10 e 19 anos estão com sobrepeso. Esse índice na pesquisa realizada em 1974/75 era de 3,9% para os adolescentes do sexo masculinos e 7,5% para as garotas.

Alguns pais não estão passando bons hábitos alimentares para seus filhos, pois a família não senta mais a mesa. As refeições são substituídas por lanches e outros tipos de alimentos industrializados. Esses produtos não têm todos os nutrientes e em compensação são altamente calóricos. Algumas mães acreditam que se derem um pacote de salgadinho e refrigerante estão alimentando o seu filho mais que se oferecessem um prato de arroz e feijão com um suco natural.

Faça substituições: no lugar do refrigerante normal, ofereça a seu filho um suco de frutas. A criança é fruto do meio em que vive. Ela come o que o adulto oferece. Por isso, toda a família tem que seguir uma alimentação saudável. As crianças possuem um metabolismo mais acelerado, por isso é mais fácil obter resultado com as dietas. Mas, não adianta preparar aquela comidinha de dieta somente para a criança, toda a família deve sofrer uma reeducação alimentar. Dessa forma, todos, e não apenas seu filho, serão beneficiados com uma alimentação saudável. Vários pais ficam satisfeitos porque perdem peso junto com seus filhos. Mas existe ainda um grande problema: os alimentos oferecidos nas cantinas escolares. A escola deveria oferecer educação em todos os níveis, inclusive relacionada à alimentação.

Não há como garantir que o aluno irá seguir uma alimentação saudável em casa, mas pelo menos na escola ele seguirá.

Fonte: Dicas de Saúde
Advertisements

Tudo o que você precisa saber sobre o colesterol – Plano de Saúde RJ September 23, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Temido por muita gente e sempre associado a enfartes, o colesterol também é uma substância necessária ao nosso organismo. É que ele ajuda na síntese de estrogênio, androgênio e progesterona (hormônios responsáveis pelas características sexuais), vitamina D, ácido biliar, etc.

Então, como não podemos brincar com a saúde, seguem algumas questões que você tem que saber!

O que é o colesterol?
Quimicamente, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas, que podem ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis proteicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, é conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue. Os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices de colesterol.

Por que provoca doenças?
Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, o que faz com que elas fiquem estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração seja bloqueado ou reduzido. O sangue é responsável por carregar oxigênio para o coração e, se uma quantidade suficiente não consegue chegar lá, você pode ter dores no peito. Se o suprimento de sangue para uma parte do coração for totalmente bloqueado, a consequência é um enfarte.

Colesterol alto provoca sintomas?
O colesterol alto por si só não acarreta nenhum sintoma. Por isso, muitas pessoas nem imaginam que estão com esse problema. Portanto, é preciso descobrir qual o nível do seu colesterol consultando um médico e fazendo exames de sangue periódicos. Se estiver alto, baixá-lo é essencial, pois reduzirá o risco de desenvolver uma doença do coração. O índice ideal de colesterol total é de até 200 mg/dl, sendo que o LDL precisa ser menor do que 160 e o HDL acima de 40 para homens e 50 para as mulheres. Esse valor é padrão para adultos saudáveis e, se você tem diabetes ou possui mais de dois fatores de risco (fumante, hipertenso, obeso ou tem histórico familiar), só o médico poderá lhe dizer qual é o seu índice ideal. Qual é o tratamento?
O principal objetivo é baixar o nível de LDL e elevar o HDL. Para diminuir o colesterol, o mais importante é ter uma dieta saudavel, praticar atividade física regularmente e manter o peso ideal. Algumas pessoas podem também precisar de medicação. Nesse caso, as estatinas ainda são a melhor pedida. Elas bloqueiam a síntese de colesterol no fígado e, com isso, disparam a demanda dessa substância. O resultado é um aumento dos receptores de LDL, que acabam tirando o colesterol ruim de circulação. Mas esse é só um exemplo de medicação, existem outros tipos que somente o seu médico saberá indicar, ok?

Tem como prevenir?
Claro que sim. Essa é a melhor forma de manter longe esse inimigo das artérias. Pra isso, é preciso:

– Ter uma vida mais ativa, principalmente fazendo exercícios aeróbicos. Procure seu médico e em seguida um professor de educação física.

– Não fumar. Tente parar logo se for o seu caso, pois o cigarro lesa as paredes dos vasos.

– Manter o peso dentro da faixa ideal. Fazer avaliações físicas é uma ótima pedida.

– Dar preferência às margarinas com fitosterol, que reduzem pra valer a absorção do colesterol ruim.

– Reduzir o consumo de carne vermelha. Que tal substituí-la por peito de frango ou peixe?

– Preferir os queijos brancos em vez dos amarelos.

Alguns alimentos são, comprovadamente, benéficos para ajudar no equilíbrio dos índices do colesterol. Confira a seguir:

Aveia: pelo fato de conter fibras solúveis, ela ajuda a tirar o colesterol de circulação, eliminando-o pelas fezes.

Soja: a proteína dela faz os receptores do fígado atraírem a gordura e as isoflavonas combatem a formação da placa. Os fitosteróis competem com o colesterol, diminuindo sua absorção.

Antioxidantes: encontrados nas frutas e verduras ricas em vitaminas C, E e betacaroteno (como laranja, manga, mamão, beterraba, etc), eles impedem a oxidação do LDL.

Gorduras do bem: conhecidas como mono e poli-insaturadas. As mono reduzem o colesterol total sem alterar o HDL e são encontradas em oleaginosas, azeitona e abacate. As poli diminuem a produção do colesterol e estão presentes em nos óleos vegetais.

Quando o assunto é o colesterol, o que vale é ter atenção desde sempre. Muitas pessoas só se ligam nisso depois dos 40 anos, quando já pode ser tarde. Ter uma rotina saudável, consultar sempre o médico e abandonar o cigarro são essências na luta contra o colesterol, não se esqueça!

Fonte: Clique Saúde

Curta duração do sono está associada à obesidade, entre os jovens – Plano Shop Saúde September 16, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

Um estudo publicado na edição de abril do Jornal de Saúde  Pública da Austrália e da Nova Zelândia indica que os adolescentes obesos têm piores noites de sono, comparados àqueles que apresentam peso  normal. De acordo com os pesquisadores, esses jovens são mais propensos a ir para a cama mais tarde e a dormir menos tempo do que os outros.

Avaliando, em diferentes dias da semana, os perfis de sono de mais de 3,8 mil jovens com idades entre nove e 18 anos, os especialistas descobriram que os obesos tinham pior qualidade de sono do que os participantes mais magros, principalmente aos domingos. Além disso, os resultados mostraram que as meninas dormiam mais – por irem para a cama mais cedo do que os meninos -, e que, à medida que ficam mais velhos, os jovens dormem menos.

Os pesquisadores destacam, porém, que ainda não está claro se há uma relação de causa e efeito, e quais seriam as razões da relação entre obesidade e os padrões de sono. “Os padrões de sono que descobrimos casam-se confortavelmente com a teoria de que curta duração do sono predispõe à obesidade, porém pode haver também um terceiro fator que contribui para sobrepeso e curta duração do sono”, explicam os autores. Esse terceiro fator, segundo eles, poderia ser o tempo gasto em frente à TV ou ao computador, ou ainda a falta de atividades físicas.

Fonte: Clique Saúde

Dieta balanceada ajuda no controle do colesterol – Plano Shop Saúde November 1, 2010

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação.
Tags: , , , , , , ,
add a comment

Manter uma dieta balanceada e um estilo de vida saudável são requisitos fundamentais para prevenir a combater o colesterol, um tipo de lipídio produzido pelo organismo e ingerido na alimentação, composto por 70 % oriundos do corpo e os outros 30% vindos dos alimentos.

Uma boa alimentação é essencial pra controlar níveis da doença. ”A colesteromia elevada e silenciosa é perigos e, não apresenta sintomas. Por isso, é preciso conscientizar as pessoas sobre a necessidade de uma alimentação saudável”.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos, aproximadamente 17 milhões de pessoas morrem devido às doenças cardíacas. No Brasil, cerca de 40% da população apresenta LDL colesterol, também chamado de fração ruim do colesterol, acima do limite normal.

Fundamental para o corpo, o colesterol atua na fabricação de hormônios, da bile e vitamina D, além de realizar a manutenção das células e o transporte de gorduras. Para isso, é necessário que o HDL-C esteja dentro dos limites normais.

Alguns alimentos que, quando presentes na dieta, ajudam a controlar o colesterol:

1) Os legumes não contem colesterol e fornecem vitaminas, fibras e minerais. Além disso, são ricos em fitosterois, que ajudam a baixar os níveis de LDL do sangue e protegem o coração.

2) As oleaginosas como avelãs, nozes, pistache ou amendoim  têm alto valor nutricional e altas doses de gorduras insaturadas, que ajudam no combate ao mau colesterol.

3) Os óleos vegetais não possuem colesterol. Além disso, os azeites compõem um grupo de alimentos ricos em gorduras insaturadas.

4) Peixes magros, frangos sem pele e queijos brancos são alimentos que devem substituir carnes gordurosas e queijos amarelos.

IMPORTANTE: aumente o consumo de vegetais e, diminua os alimentos onde o colesterol está presente, como, por exemplo, os e origem animal.

Fonte: Site Prevenção do câncer

Mantenha um estilo de vida saudável. Você merece saúde!

Plano Shop Saúde oferece os melhores preços do mercado.