jump to navigation

Sucos naturais – Plano de Saúde Rio October 7, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Depois de eventuais excessos nas refeições, os sucos naturais podem ser um importante aliado para quem quer desintoxicar o organismo e ganhar mais disposição. A saúde dos intestinos tem profunda relação com a pele, o humor, a disposição e também com o controle de peso. Veja alguns sucos o e o benefício de cada um:

Suco de maçã: os poderes anti-oxidantes da maçã fazem deste suco um dos mais saudáveis. Isso quer dizer que a fruta ajuda a combater radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento e pela desregulação do organismo. Se quiser “turbinar” o suco, misture cenoura, beterraba ou aipo.

Suco de uva: também um poderoso anti-oxidante, com a vantagem de que ajuda a reduzir o colesterol e melhorar a circulação sanguínea.

Suco de melancia: um ótimo diurético. Se misturado com morango, o suco também ajuda na boa circulação do sangue.

Suco de abacaxi: um santo remédio para má digestão, porque concentra uma grande quantidade de enzimas. Assim como os sucos de figo e gengibre, o de abacaxi ajuda a controlar o colesterol no sangue e contribui para o bom funcionamento da vesícula biliar.

Suco de banana, pêra e alface: esses três ingredientes resultam em um bom antídoto para a insônia. Nessa área, não podemos esquecer o suco de maracujá, ótimo calmante.

Suco de mamão: por causa das propriedades digestivas do mamão, o suco ajuda a manter o intestino funcionando corretamente.

Suco de laranja com couve: é apropriado para quem sofre de anemia (ausência de ferro no sangue). A combinação cria um suco rico em ferro e em vitamina C, que por sua vez ajuda na absorção do mineral.

Suco de abacaxi, maçã, cenoura e gengibre: as enzimas digestivas do abacaxi e do gengibre, em especial, são auxiliares na digestão e evitam que toxinas se acumulem e dêem origem à celulite. Para ajudar no combate aos furinhos, esfolie as pernas com bucha vegetal, antes do banho.

Fonte: Dicas de Saúde

Advertisements

Obesidade infantil – Plano de Saúde RJ October 6, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Não é nenhuma novidade para ninguém falar que gordura em excesso no organismo provoca diversos problemas de saúde. O preocupante é que a obesidade atinge cada vez mais crianças e jovens.

De acordo com um levantamento feito atualmente pelo IBGE, 18% dos meninos e 15,4% das meninas entre 10 e 19 anos estão com sobrepeso. Esse índice na pesquisa realizada em 1974/75 era de 3,9% para os adolescentes do sexo masculinos e 7,5% para as garotas.

Alguns pais não estão passando bons hábitos alimentares para seus filhos, pois a família não senta mais a mesa. As refeições são substituídas por lanches e outros tipos de alimentos industrializados. Esses produtos não têm todos os nutrientes e em compensação são altamente calóricos. Algumas mães acreditam que se derem um pacote de salgadinho e refrigerante estão alimentando o seu filho mais que se oferecessem um prato de arroz e feijão com um suco natural.

Faça substituições: no lugar do refrigerante normal, ofereça a seu filho um suco de frutas. A criança é fruto do meio em que vive. Ela come o que o adulto oferece. Por isso, toda a família tem que seguir uma alimentação saudável. As crianças possuem um metabolismo mais acelerado, por isso é mais fácil obter resultado com as dietas. Mas, não adianta preparar aquela comidinha de dieta somente para a criança, toda a família deve sofrer uma reeducação alimentar. Dessa forma, todos, e não apenas seu filho, serão beneficiados com uma alimentação saudável. Vários pais ficam satisfeitos porque perdem peso junto com seus filhos. Mas existe ainda um grande problema: os alimentos oferecidos nas cantinas escolares. A escola deveria oferecer educação em todos os níveis, inclusive relacionada à alimentação.

Não há como garantir que o aluno irá seguir uma alimentação saudável em casa, mas pelo menos na escola ele seguirá.

Fonte: Dicas de Saúde

Os riscos da gordura abdominal – Plano de Saúde RJ September 28, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Ficar com a cintura medindo mais de 94 centímetros para os homens ou 80 para as mulheres não é só deselegância é um risco à saúde. A gordura abdominal pode causar diversas doenças. A gordura abdominal se apresenta de dois tipos: gordura visceral e subcutânea. A visceral é a mais prejudicial por ficar escondida entre as vísceras.

Diminuir a gordura abdominal é uma tarefa difícil, mas é preciso que o combate seja diário, para isso existem alguns alimentos que ajudam na redução da gordura abdominal como as frutas cítricas, vegetais crucíferos, amêndoas, cereais integrais, peixes, clara cozida, aveia e cevada.

Se você quer diminuir sua circunferência abdominal siga as 10 dicas de alimentos que devem ser evitados ou consumidos para ter um resultado satisfatório:

1 – Alimentos com gordura trans. Apesar da campanha para que ela desapareça das prateleiras, ainda há alguns produtos que a usam em sua composição. É o tipo de ácido graxo que vai diretamente para a cintura.

2 – Refrigerantes. Um copo contém quatro colheres de sopa de açúcar. Essa quantidade de açúcar não é utilizada pelo organismo e se transforma em gordura e é armazenada.

3 – Bebidas alcoólicas. As piores são as destiladas, que têm uma alta dosagem alcoólica, o que aumenta a glicemia.

4 – Frituras de imersão, como batata frita e bife à milanesa. Esses alimentos ficam com quase o dobro de calorias em relação à versão assada ou cozida.

5 – Pizza. A massa é feita com muita farinha refinada, de digestão rápida, que também provoca elevação acima do normal da glicemia. Além disso, os acompanhamentos são sempre muito calóricos.

6 – Macarrão. Normalmente comemos em quantidade maior do outro carboidrato, o arroz. Não é incomum consumir os dois na mesma refeição, e carboidrato em excesso é sinal de glicemia também exagerada e acúmulo de gordura na cintura.

7 – Doces. Rico em açúcar, que eleva a glicemia, e a energia extra se acumula na cintura, normalmente também vêm acompanhados de gordura.

8- Creme de leite. É rico em gordura saturada, que eleva o colesterol e se acumula na cintura.

9 – Gordura animal. Bacon, carne vermelha, manteiga e queijos amarelos aumentam a adiposidade do corpo.

10 – Leite. Algumas pessoas têm intolerância à lactose, o que pode provocar a formação de gases. Nesse caso, portanto, não é gordura que se acumula na região do abdome.

A gordura abdominal provoca as seguintes doenças:

– Diabetes. As células de gordura fabricam substâncias que desequilibram o organismo e podem produzir glicose em excesso. Os ácidos graxos dificultam a entrada dessa glicose nas células e ela sobra no sangue, caracterizando a diabetes tipo 2.

– Hipertensão. Para fazer com que a glicose entre nas células, o pâncreas aumenta a produção de insulina. Esse trabalho exige contração dos vasos sanguíneos aumentando a pressão.

– Infarto e derrame. O tecido adiposo dessa região contém células que produzem substâncias inflamatórias. Isso provoca o fechamento da passagem do sangue, aumentando os riscos de infarto e também de derrame.

Fonte: Viver com Saúde

Emagrecer Rápido Prejudica a Saúde do Coração – RJ September 27, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Enquanto a obesidade é um fator de risco, perda de peso rápida não é adequada. Segundo a Fundação do Coração espanhol (ESF) deve-se tomar cuidado com as dietas que prometem perder peso inferior a 1 quilo por semana e que esta diminuição afeta a saúde do coração e aumenta a probabilidade de doenças cardíacas.

Hoje em dia, especialmente durante o verão, há uma grande oferta de dietas ricas em proteínas que causam efeitos rápidos e prejudiciais para a saúde. Portanto, o FEC observou que as dietas promovem a perda de mais de 1 quilo por semana, podem afetar negativamente a saúde do coração.
Dietas ricas em proteínas podem causar a perda, a desidratação de potássio e de sódio (mineral essencial para o sistema cardiovascular), elevar os níveis de colesterol e, portanto, causar doenças cardíacas.

Além disso, a perda de peso ocorre em detrimento da massa muscular, que por sua vez pode ter efeitos deletérios no músculo cardíaco.
Portanto, é importante estar atento e fazer uma dieta, não apenas por uma questão de estética, mas também uma questão de saúde.
É importante a realização de uma dieta equilibrada e saudável, que é distribuída em 5 ou 6 refeições que contenham alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6 e alimentos ricos em fibras.

Por outro lado, é aconselhável comer alimentos de baixo teor de gordura ou sem gordura, como laticínios, carne vermelha sem gordura de frango sem pele visível ou peru.
Além destes alimentos sugeridos para perder peso sem prejudicar o coração, é importante saber quais alimentos não devem ser consumidos, entre os quais estão biscoitos, salgadinhos, bolos, doces, açúcar, frituras,bebidas manteiga, margarina, rica em sódio alimentos e bebidas alcoólicas (exceto vinho).
Perda de peso pode ser uma ação saudável ou prejudicial para o organismo, especialmente o coração. Depende apenas de nós tomarmos o caminho certo, ir ao médico e programar uma dieta lenta mas seguramente, sem arriscar a saúde do coração.

Fonte: Saúde Dicas

Tudo o que você precisa saber sobre o colesterol – Plano de Saúde RJ September 23, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Temido por muita gente e sempre associado a enfartes, o colesterol também é uma substância necessária ao nosso organismo. É que ele ajuda na síntese de estrogênio, androgênio e progesterona (hormônios responsáveis pelas características sexuais), vitamina D, ácido biliar, etc.

Então, como não podemos brincar com a saúde, seguem algumas questões que você tem que saber!

O que é o colesterol?
Quimicamente, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas, que podem ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis proteicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, é conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue. Os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices de colesterol.

Por que provoca doenças?
Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, o que faz com que elas fiquem estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração seja bloqueado ou reduzido. O sangue é responsável por carregar oxigênio para o coração e, se uma quantidade suficiente não consegue chegar lá, você pode ter dores no peito. Se o suprimento de sangue para uma parte do coração for totalmente bloqueado, a consequência é um enfarte.

Colesterol alto provoca sintomas?
O colesterol alto por si só não acarreta nenhum sintoma. Por isso, muitas pessoas nem imaginam que estão com esse problema. Portanto, é preciso descobrir qual o nível do seu colesterol consultando um médico e fazendo exames de sangue periódicos. Se estiver alto, baixá-lo é essencial, pois reduzirá o risco de desenvolver uma doença do coração. O índice ideal de colesterol total é de até 200 mg/dl, sendo que o LDL precisa ser menor do que 160 e o HDL acima de 40 para homens e 50 para as mulheres. Esse valor é padrão para adultos saudáveis e, se você tem diabetes ou possui mais de dois fatores de risco (fumante, hipertenso, obeso ou tem histórico familiar), só o médico poderá lhe dizer qual é o seu índice ideal. Qual é o tratamento?
O principal objetivo é baixar o nível de LDL e elevar o HDL. Para diminuir o colesterol, o mais importante é ter uma dieta saudavel, praticar atividade física regularmente e manter o peso ideal. Algumas pessoas podem também precisar de medicação. Nesse caso, as estatinas ainda são a melhor pedida. Elas bloqueiam a síntese de colesterol no fígado e, com isso, disparam a demanda dessa substância. O resultado é um aumento dos receptores de LDL, que acabam tirando o colesterol ruim de circulação. Mas esse é só um exemplo de medicação, existem outros tipos que somente o seu médico saberá indicar, ok?

Tem como prevenir?
Claro que sim. Essa é a melhor forma de manter longe esse inimigo das artérias. Pra isso, é preciso:

– Ter uma vida mais ativa, principalmente fazendo exercícios aeróbicos. Procure seu médico e em seguida um professor de educação física.

– Não fumar. Tente parar logo se for o seu caso, pois o cigarro lesa as paredes dos vasos.

– Manter o peso dentro da faixa ideal. Fazer avaliações físicas é uma ótima pedida.

– Dar preferência às margarinas com fitosterol, que reduzem pra valer a absorção do colesterol ruim.

– Reduzir o consumo de carne vermelha. Que tal substituí-la por peito de frango ou peixe?

– Preferir os queijos brancos em vez dos amarelos.

Alguns alimentos são, comprovadamente, benéficos para ajudar no equilíbrio dos índices do colesterol. Confira a seguir:

Aveia: pelo fato de conter fibras solúveis, ela ajuda a tirar o colesterol de circulação, eliminando-o pelas fezes.

Soja: a proteína dela faz os receptores do fígado atraírem a gordura e as isoflavonas combatem a formação da placa. Os fitosteróis competem com o colesterol, diminuindo sua absorção.

Antioxidantes: encontrados nas frutas e verduras ricas em vitaminas C, E e betacaroteno (como laranja, manga, mamão, beterraba, etc), eles impedem a oxidação do LDL.

Gorduras do bem: conhecidas como mono e poli-insaturadas. As mono reduzem o colesterol total sem alterar o HDL e são encontradas em oleaginosas, azeitona e abacate. As poli diminuem a produção do colesterol e estão presentes em nos óleos vegetais.

Quando o assunto é o colesterol, o que vale é ter atenção desde sempre. Muitas pessoas só se ligam nisso depois dos 40 anos, quando já pode ser tarde. Ter uma rotina saudável, consultar sempre o médico e abandonar o cigarro são essências na luta contra o colesterol, não se esqueça!

Fonte: Clique Saúde

Tomar muito refrigerante de cola pode piorar qualidade do esperma – Plano de Saúde RJ September 15, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , ,
add a comment

Homens que bebem cerca de um litro de refrigerantes de cola todos os dias podem estar causando prejuízo para seus espermatozoides, segundo estudo dinamarquês publicado no American Journal of Epidemiology. Avaliando dados de mais de 2,5 mil homens jovens, os pesquisadores notaram que a contagem do esperma daqueles que consumiam essa quantidade da bebida era 30% menor, enquanto aqueles que não tomavam esses refrigerantes apresentavam sêmen de melhor qualidade – média de 50 milhões de espermatozoides por mililitro de sêmen – e tendiam a apresentar um estilo de vida mais saudável.

De acordo com os autores, apesar de a maioria das contagens de espermatozoides no estudo serem consideradas normais pelas diretrizes da Organização Mundial de Saúde, homens com menos espermatozoides geralmente têm maior risco de se tornarem inférteis. Porém os pesquisadores ainda não sabem se o consumo desses refrigerantes, por si só, pode ter esse efeito, ou se isso é parte de um conjunto de fatores ligados a um estilo de vida não saudável – aliado ao consumo excessivo de fast food e de menos frutas e verduras. Por isso, mais estudos são necessários.

Fonte: Clique Saúde

O que é Medicina Ortomolecular? Plano de Saúde Rio September 12, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , ,
add a comment

Imagine dois vasos, cada um com uma planta. Num desses vasos você coloca qualquer terra, rega de vez em quando e deixa as coisas acontecerem ao acaso.

No outro vaso você coloca nutrientes apropriados na terra, põe o tipo de adubo adequado, na dose correta, rega com água periodicamente, protege do vento forte, expõe ao sol de modo controlado, retira as ervas daninhas, pulgões, fungos e outros agressores.

Em qual desses vasos a planta terá melhores condições de se desenvolver? Qual dessas plantas conseguirá crescer melhor, ter mais saúde, enfrentar os agressores do meio ambiente com mais êxito?

Claro que a do segundo vaso. E é assim que a Medicina Ortomolecular atua. São administrados complementos de vitaminas, minerais, ervas, e outras substâncias comprovadamente benéficas, com o objetivo de fornecer melhores condições ao organismo tanto para enfrentar as agressões do dia-a-dia quanto facilitar o tratamento médico convencional durante ou após uma doença.

Somos formados por substâncias químicas, que o tempo todo reagem umas com as outras visando por exemplo reparar as células, facilitar aos órgãos funcionar de modo harmônico, permitir com isso que nossas capacidades de manter a saúde e a vitalidade estejam num estado ótimo.

Essas substâncias químicas naturais constituem o grande arsenal que lanço mão para auxiliar as pessoas, são elas que permitem ao organismo exercer suas funções com excelência. São essas substâncias que são administradas de modo equilibrado, controlado e adequado às necessidades de cada pessoa.

Como Funciona?

Após alguns exames especializados, é possível inferir o nível de desgaste orgânico, as carências nos componentes químicos de que somos formados, e aí então, se necessário, inicia-se uma suplementação com substâncias que tem por objetivo principal manter o organismo no seu melhor estado.

O que busco então, é uma Medicina voltada para a saúde, para o bem estar, para a longevidade.

Quais as Vantagens?

Do modo como vejo as coisas, não basta estar sem doença, embora esse seja um objetivo importante e jamais esquecido. É preciso também buscar ativamente as melhores condições para se viver com plena vitalidade, bem estar, ânimo e disposição.

Precisamos ter um cérebro atuante, capaz de responder aos desafios do dia-a-dia.

Desejamos manter a memória em sua máxima capacidade.

Queremos um sono reparador, que permita ao organismo reparar o desgaste natural durante a noite.

Temos que dispor de um sistema digestivo em ótimo estado, capaz de absorver os nutrientes e eliminar boa parte das toxinas presentes nos alimentos.

Devemos possuir plena capacidade de responder aos agressores físicos (como as radiações ionizantes), biológicos (como as bactérias, fungos e vírus), químicos (como os metais pesados ou os poluentes que estão no ar e nos alimentos) e até mesmo aos pensamentos tóxicos.

Essas são as principais diretrizes de meu trabalho, e são em linha geral as grandes vantagens de quem mantém o organismo pleno de saúde e vitalidade.

Claro que não basta ingerir algumas substâncias para se alcançar esse estado. Muitas vezes alguns hábitos de vida devem ser modificados, como implementar a atividade física adequada, ingerir água na quantidade necessária, manter distância de substâncias tóxicas e também semear a mente com pensamentos positivos e otimistas.

O que percebi com muita clareza nos mais de 20 anos de prática médica, é que existe um grande paradoxo que pode ser utilizado a nosso favor. Muitos desses hábitos podem ser mais facilmente alcançados quando os desvios do organismo são corrigidos, quando substâncias tóxicas são retiradas.

Desse modo, podemos dar início a um belíssimo círculo virtuoso, aonde mente e corpo, funcionando melhor, facilitam as mudanças para hábitos de vida mais saudáveis, o que leva inexoravelmente a uma melhora no funciomamento da mente e do corpo.

Fonte: Clique Saúde

Quem dorme pouco tem maior risco de morte – Plano de Saúde RJ September 7, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , ,
add a comment

Quem dorme pouco tem 12% mais chances de morrer em um prazo de 25 anos do que os que descansam entre seis e oito horas pela noite, afirma este estudo.

Dormir demais pode trazer consequências já que os cientistas encontraram relação entre as mortes precoces e dormir mais de nove horas, embora não considerem que seja desencadeante de doenças.

Portanto, a conclusão dos investigadores é que o ideal é dormir entre seis e oito horas ao dia. Mais de 6,3 milhões de mortes no Reino Unido entre maiores de 16 anos são atribuíveis a falta de sono.

No estudo, realizado pelo programa de sono, saúde e sociedade da universidade de Warwick e o centro de pesquisa do sonho de Loughborough, ambos da Inglaterra, participaram 1,5 milhão de pessoas e revisaram as conclusões de até 16 estudos anteriores realizados nos Estados Unidos, Europa e países do leste de Ásia.

O chefe do programa de sono, saúde e sociedade, Francesco Cappuccio, assinala nesse estudo que as sociedades modernas dormem menos, situação que se repete com maior frequência entre os trabalhadores. Segundo Cappuccio, isso pode ter “pressão social para trabalhar mais horas e oferecer maior mobilidade laboral”.

Jim Horne, do centro de pesquisa do sono, afirma que dormir é sinônimo de saúde física e mental, já que o sono interfere em várias doenças, como a depressão. “Dormir menos de cinco horas é insuficiente para a maioria das pessoas e ficar sonolento durante o dia aumenta o risco de acidente em caso de dirigir um veículo ou conduzir uma máquina pesada”, ressaltou Horne.

Fonte: Clique Saúde

Benefícios da musculação em idosos – Plano de Saúde Rio September 6, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Os exercícios anaeróbicos, também chamados de exercícios resistidos ou de musculação, envolvem curtos impulsos de esforço seguidos por períodos de descanso, resultando no desenvolvimento de força e hipertrofia muscular (aumento da massa dos músculos).

Muitas estudos sugerem que os exercícios resistidos, quando prescritos e supervisionados de uma forma apropriada, apresentam efeitos favoráveis em  diferentes aspectos da saúde de qualquer indivíduo.Neste contexto, podemos citar: um aumento da força muscular com melhoria da resistência aos esforços, bem-estar mental e social, além de um impacto positivo sobre os fatores de risco cardiovasculares, como a obesidade, hipertensão arterial e diabetes.

O envelhecimento tende a produzir processos degenerativos em cartilagens, ligamentos, tendões e músculos, além de reduzir a massa óssea. Esses efeitos são potencializados pelo sedentarismo, achado muito comum entre os idosos. A composição corporal tende a piorar no envelhecimento sedentário devido ao aumento do tecido gorduroso e uma redução das massas óssea e muscular.

Todas as qualidades de aptidão física apresentam redução em seus níveis nas pessoas que envelhecem de forma sedentária.As pessoas idosas sentem os efeitos do sedentarismo nas limitações que encontram para a vida diária, e nas doenças crônicas manifestas ou de difícil controle.

A atividade física em geral apresenta efeitos que se contrapõem aos do envelhecimento sedentário, mas os exercícios de musculação tem se mostrado como os mais adequados para essa finalidade.A massa muscular e a força diminuem em todas as pessoas na terceira dade. A perda de massa muscular ocorre basicamente devido a processo degenerativo do sistema nervoso, que leva ao desaparecimento de células nervosas da medula espinal.

A diminuição da velocidade dos movimentos apresenta paralelismo com a redução da massa muscular e da força. Sem estímulos adequados, são observados importantes reduções de massa e força musculares durante o envelhecimento.

Os exercícios resistidos são atualmente reconhecidos como os mais importantes para pessoas idosas, não apenas pela eficiência dos efeitos promotores de saúde músculo-esquelética, pelo alto grau de segurança geral, mas também, pelos seus estímulos à saúde cardiovascular. Além disso, pessoas idosas com frequência tem dificuldades para realizar exercícios aeróbicos, mesmo que suaves, como caminhar.Os fatores limitantes podem ser dores nas articulações e na coluna vertebral, tonturas, falta de equilíbrio, angina do peito, arritmias cardíacas e falta de ar.

Texto revisado por Clarice Aristides.

Fonte: Quero Viver Vem (http://www.qvb.com.br)

Fonte: Clique Saúde

Grávidas que usam laquê podem ter bebês com deformações – Plano de Saúde Rio September 2, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

A exposição ao laquê durante a gravidez pode aumentar o risco de bebês nascidos com más-formações no sistema genital-urinário, segundo um estudo do Imperial College, de Londres, publicado pela revista Environmental Health Perspectives.

Os autores do estudo asseguram que as mulheres  que são expostas aos ftalatos, compostos químicos presentes no laquê, poderiam correr maior risco de ter filhos com hipospádia, uma anomalia congênita que evita que o pênis se desenvolva corretamente.

As crianças que sofrem desta má-formação costumam apresentar o meato urinário (orifício da uretra) em algum lugar da parte inferior da glande, no tronco ou na área de união entre o escroto e o pênis.

Os pesquisadores esclarecem que o perigo não está no uso doméstico do laquê, mas no caso das mulheres grávidas que estão expostas a maiores doses por razões de trabalho, como no caso das cabeleireiras e funcionárias de centros de beleza.

O estudo examinou o caso de 471 mulheres que tinham tido filhos com hipospádia e de um número similar de mulheres com bebês sem más-formações, e chegou à conclusão que a exposição ao produto nas mulheres do primeiro grupo tinha dobrado os casos em relação ao do segundo.

Fonte: Clique Saúde