jump to navigation

Obesidade infantil – Plano de Saúde RJ October 6, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Não é nenhuma novidade para ninguém falar que gordura em excesso no organismo provoca diversos problemas de saúde. O preocupante é que a obesidade atinge cada vez mais crianças e jovens.

De acordo com um levantamento feito atualmente pelo IBGE, 18% dos meninos e 15,4% das meninas entre 10 e 19 anos estão com sobrepeso. Esse índice na pesquisa realizada em 1974/75 era de 3,9% para os adolescentes do sexo masculinos e 7,5% para as garotas.

Alguns pais não estão passando bons hábitos alimentares para seus filhos, pois a família não senta mais a mesa. As refeições são substituídas por lanches e outros tipos de alimentos industrializados. Esses produtos não têm todos os nutrientes e em compensação são altamente calóricos. Algumas mães acreditam que se derem um pacote de salgadinho e refrigerante estão alimentando o seu filho mais que se oferecessem um prato de arroz e feijão com um suco natural.

Faça substituições: no lugar do refrigerante normal, ofereça a seu filho um suco de frutas. A criança é fruto do meio em que vive. Ela come o que o adulto oferece. Por isso, toda a família tem que seguir uma alimentação saudável. As crianças possuem um metabolismo mais acelerado, por isso é mais fácil obter resultado com as dietas. Mas, não adianta preparar aquela comidinha de dieta somente para a criança, toda a família deve sofrer uma reeducação alimentar. Dessa forma, todos, e não apenas seu filho, serão beneficiados com uma alimentação saudável. Vários pais ficam satisfeitos porque perdem peso junto com seus filhos. Mas existe ainda um grande problema: os alimentos oferecidos nas cantinas escolares. A escola deveria oferecer educação em todos os níveis, inclusive relacionada à alimentação.

Não há como garantir que o aluno irá seguir uma alimentação saudável em casa, mas pelo menos na escola ele seguirá.

Fonte: Dicas de Saúde
Advertisements

Emagrecer com responsabilidade – Plano de Saúde Rio October 5, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Não existem fórmulas mágicas durante o processo de emagrecimento; essa fase deve ser leve, prazerosa e reveladora. O primeiro passo a ser dado é desenvolver o querer e, para que esse querer esteja repleto de comprometimento com a causa, com a saúde, devemos nos livrar de tudo aquilo que nos aborrecer, dos lixos internos que acumulamos e que nos fazem ficar “pesados”. “Engolir sapo” é altamente calórico.

O segundo passo é resgatar os prazeres da vida, entendendo que a comida não é e não precisa ser a única fonte de delícias. O nascer do sol pode ser saboroso, caminhar ou estar com os amigos pode ser confortante, muito mais que um bombom Trocar afetos por bolos e tortas é uma troca injusta e ineficiente. Por um instante, o alimento preenche o vazio interno, satisfaz momentaneamente determinada carência, tudo bem! Mas fazer isso é o mesmo que abastecer um carro a álcool com gasolina. Ele pode até andar, mas vai engasgar até estragar o motor. Nesse momento, o terceiro passo se apresenta, às vezes com cara de “bandido”, revelando tudo aquilo que por tempos foi ocultado atrás da gordura. Medos inseguranças, incertezas, frustrações, sentimentos escondidos e soterrados por balas, barras de chocolates e sanduíches.
Remover os entulhos encará-los, talvez seja complicado, mas não deixa de oferecer o enorme prazer de encontrar, entre incertezas, inseguranças e quilos em excesso um ser poderoso e forte, que vale mais do que pesa. Encontrar novos caminhos para o dia-a-dia, um estilo de vida mais saudávele pleno guarda um inesquecível sabor de vitória. Essas revelações trazem a leveza para a alma e para o coração. Esteja certo disso e, a partir desse instante, tudo ficará mais fácil.

Definição de metas na dieta, assumir com convicção o tratamento, seja ela qual for, até encontrar o ponto de equilíbrio físico, mental e emocional. Emagrecer é um ato de amor-próprio, de busca pela auto-estima e de todos os prazeres da vida: social, profissional, familiar, sexual. Emagrecer com responsabilidade é resgatar sua identidade. Por isso, ao tomar a decisão, procure se alimentar de forma adequada, em busca de sua felicidade e não para atingir padrões estéticos preestabelecidos pela nossa sociedade. Ao emagrecer feliz, perceberá que a conquista dessa leveza, do corpo e da alma, será uma conquista eterna.

Saúde mental. Doenças mentais afetam adolescentes – Plano de Saúde RJ September 30, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Para viver com saúde é preciso ter atenção a sintomas que adolescentes e jovens possam apresentar. Ir ao médico psiquiatra não significa que se está louco. Se um adolescente tem dificuldade de aprendizado, de relacionamento ou outro fator que esteja prejudicando seu desempenho é preciso procurar um médico. A saúde mental é muito importante para a saúde geral da pessoa.

Um artigo publicado na revista inglesa The Lancet constatou que doenças neuropsiquiátricas são a principal causa de afastamento do trabalho e do estudo na adolescência. Cerca de 45% dos casos de afastamento na faixa etária de 10 a 25 anos estão associados a problemas psíquicos – especialmente depressão, alcoolismo, esquizofrenia e transtorno bipolar.

Esta é a primeira análise científica que tenta traçar um panorama global de fatores que podem levar à invalidez na juventude. Os autores, da Organização Mundial da Saúde (OMS), utilizaram dados do Global Burden of Disease, levantamento internacional do impacto das doenças na família, na economia e na sociedade. Foi avaliado um índice chamado Daly, que mede o tempo de vida perdido por morte prematura ou doença debilitante.

As três principais causas de afastamento do estudo e do trabalho, na ordem, são: doenças psiquiátricas (45%), acidentes (12%, especialmente no trânsito) e doenças infecciosas ou parasitárias (10%). O estudo também aponta os principais fatores de risco para a saúde durante a adolescência: pela ordem, alcoolismo, sexo inseguro, deficiência de ferro e gravidez.

Fonte: Viver com saúde

Os riscos da gordura abdominal – Plano de Saúde RJ September 28, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Ficar com a cintura medindo mais de 94 centímetros para os homens ou 80 para as mulheres não é só deselegância é um risco à saúde. A gordura abdominal pode causar diversas doenças. A gordura abdominal se apresenta de dois tipos: gordura visceral e subcutânea. A visceral é a mais prejudicial por ficar escondida entre as vísceras.

Diminuir a gordura abdominal é uma tarefa difícil, mas é preciso que o combate seja diário, para isso existem alguns alimentos que ajudam na redução da gordura abdominal como as frutas cítricas, vegetais crucíferos, amêndoas, cereais integrais, peixes, clara cozida, aveia e cevada.

Se você quer diminuir sua circunferência abdominal siga as 10 dicas de alimentos que devem ser evitados ou consumidos para ter um resultado satisfatório:

1 – Alimentos com gordura trans. Apesar da campanha para que ela desapareça das prateleiras, ainda há alguns produtos que a usam em sua composição. É o tipo de ácido graxo que vai diretamente para a cintura.

2 – Refrigerantes. Um copo contém quatro colheres de sopa de açúcar. Essa quantidade de açúcar não é utilizada pelo organismo e se transforma em gordura e é armazenada.

3 – Bebidas alcoólicas. As piores são as destiladas, que têm uma alta dosagem alcoólica, o que aumenta a glicemia.

4 – Frituras de imersão, como batata frita e bife à milanesa. Esses alimentos ficam com quase o dobro de calorias em relação à versão assada ou cozida.

5 – Pizza. A massa é feita com muita farinha refinada, de digestão rápida, que também provoca elevação acima do normal da glicemia. Além disso, os acompanhamentos são sempre muito calóricos.

6 – Macarrão. Normalmente comemos em quantidade maior do outro carboidrato, o arroz. Não é incomum consumir os dois na mesma refeição, e carboidrato em excesso é sinal de glicemia também exagerada e acúmulo de gordura na cintura.

7 – Doces. Rico em açúcar, que eleva a glicemia, e a energia extra se acumula na cintura, normalmente também vêm acompanhados de gordura.

8- Creme de leite. É rico em gordura saturada, que eleva o colesterol e se acumula na cintura.

9 – Gordura animal. Bacon, carne vermelha, manteiga e queijos amarelos aumentam a adiposidade do corpo.

10 – Leite. Algumas pessoas têm intolerância à lactose, o que pode provocar a formação de gases. Nesse caso, portanto, não é gordura que se acumula na região do abdome.

A gordura abdominal provoca as seguintes doenças:

– Diabetes. As células de gordura fabricam substâncias que desequilibram o organismo e podem produzir glicose em excesso. Os ácidos graxos dificultam a entrada dessa glicose nas células e ela sobra no sangue, caracterizando a diabetes tipo 2.

– Hipertensão. Para fazer com que a glicose entre nas células, o pâncreas aumenta a produção de insulina. Esse trabalho exige contração dos vasos sanguíneos aumentando a pressão.

– Infarto e derrame. O tecido adiposo dessa região contém células que produzem substâncias inflamatórias. Isso provoca o fechamento da passagem do sangue, aumentando os riscos de infarto e também de derrame.

Fonte: Viver com Saúde

Emagrecer Rápido Prejudica a Saúde do Coração – RJ September 27, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação, Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Enquanto a obesidade é um fator de risco, perda de peso rápida não é adequada. Segundo a Fundação do Coração espanhol (ESF) deve-se tomar cuidado com as dietas que prometem perder peso inferior a 1 quilo por semana e que esta diminuição afeta a saúde do coração e aumenta a probabilidade de doenças cardíacas.

Hoje em dia, especialmente durante o verão, há uma grande oferta de dietas ricas em proteínas que causam efeitos rápidos e prejudiciais para a saúde. Portanto, o FEC observou que as dietas promovem a perda de mais de 1 quilo por semana, podem afetar negativamente a saúde do coração.
Dietas ricas em proteínas podem causar a perda, a desidratação de potássio e de sódio (mineral essencial para o sistema cardiovascular), elevar os níveis de colesterol e, portanto, causar doenças cardíacas.

Além disso, a perda de peso ocorre em detrimento da massa muscular, que por sua vez pode ter efeitos deletérios no músculo cardíaco.
Portanto, é importante estar atento e fazer uma dieta, não apenas por uma questão de estética, mas também uma questão de saúde.
É importante a realização de uma dieta equilibrada e saudável, que é distribuída em 5 ou 6 refeições que contenham alimentos ricos em ômega 3 e ômega 6 e alimentos ricos em fibras.

Por outro lado, é aconselhável comer alimentos de baixo teor de gordura ou sem gordura, como laticínios, carne vermelha sem gordura de frango sem pele visível ou peru.
Além destes alimentos sugeridos para perder peso sem prejudicar o coração, é importante saber quais alimentos não devem ser consumidos, entre os quais estão biscoitos, salgadinhos, bolos, doces, açúcar, frituras,bebidas manteiga, margarina, rica em sódio alimentos e bebidas alcoólicas (exceto vinho).
Perda de peso pode ser uma ação saudável ou prejudicial para o organismo, especialmente o coração. Depende apenas de nós tomarmos o caminho certo, ir ao médico e programar uma dieta lenta mas seguramente, sem arriscar a saúde do coração.

Fonte: Saúde Dicas

Tudo o que você precisa saber sobre o colesterol – Plano de Saúde RJ September 23, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Temido por muita gente e sempre associado a enfartes, o colesterol também é uma substância necessária ao nosso organismo. É que ele ajuda na síntese de estrogênio, androgênio e progesterona (hormônios responsáveis pelas características sexuais), vitamina D, ácido biliar, etc.

Então, como não podemos brincar com a saúde, seguem algumas questões que você tem que saber!

O que é o colesterol?
Quimicamente, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas, que podem ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis proteicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, é conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue. Os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices de colesterol.

Por que provoca doenças?
Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, o que faz com que elas fiquem estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração seja bloqueado ou reduzido. O sangue é responsável por carregar oxigênio para o coração e, se uma quantidade suficiente não consegue chegar lá, você pode ter dores no peito. Se o suprimento de sangue para uma parte do coração for totalmente bloqueado, a consequência é um enfarte.

Colesterol alto provoca sintomas?
O colesterol alto por si só não acarreta nenhum sintoma. Por isso, muitas pessoas nem imaginam que estão com esse problema. Portanto, é preciso descobrir qual o nível do seu colesterol consultando um médico e fazendo exames de sangue periódicos. Se estiver alto, baixá-lo é essencial, pois reduzirá o risco de desenvolver uma doença do coração. O índice ideal de colesterol total é de até 200 mg/dl, sendo que o LDL precisa ser menor do que 160 e o HDL acima de 40 para homens e 50 para as mulheres. Esse valor é padrão para adultos saudáveis e, se você tem diabetes ou possui mais de dois fatores de risco (fumante, hipertenso, obeso ou tem histórico familiar), só o médico poderá lhe dizer qual é o seu índice ideal. Qual é o tratamento?
O principal objetivo é baixar o nível de LDL e elevar o HDL. Para diminuir o colesterol, o mais importante é ter uma dieta saudavel, praticar atividade física regularmente e manter o peso ideal. Algumas pessoas podem também precisar de medicação. Nesse caso, as estatinas ainda são a melhor pedida. Elas bloqueiam a síntese de colesterol no fígado e, com isso, disparam a demanda dessa substância. O resultado é um aumento dos receptores de LDL, que acabam tirando o colesterol ruim de circulação. Mas esse é só um exemplo de medicação, existem outros tipos que somente o seu médico saberá indicar, ok?

Tem como prevenir?
Claro que sim. Essa é a melhor forma de manter longe esse inimigo das artérias. Pra isso, é preciso:

– Ter uma vida mais ativa, principalmente fazendo exercícios aeróbicos. Procure seu médico e em seguida um professor de educação física.

– Não fumar. Tente parar logo se for o seu caso, pois o cigarro lesa as paredes dos vasos.

– Manter o peso dentro da faixa ideal. Fazer avaliações físicas é uma ótima pedida.

– Dar preferência às margarinas com fitosterol, que reduzem pra valer a absorção do colesterol ruim.

– Reduzir o consumo de carne vermelha. Que tal substituí-la por peito de frango ou peixe?

– Preferir os queijos brancos em vez dos amarelos.

Alguns alimentos são, comprovadamente, benéficos para ajudar no equilíbrio dos índices do colesterol. Confira a seguir:

Aveia: pelo fato de conter fibras solúveis, ela ajuda a tirar o colesterol de circulação, eliminando-o pelas fezes.

Soja: a proteína dela faz os receptores do fígado atraírem a gordura e as isoflavonas combatem a formação da placa. Os fitosteróis competem com o colesterol, diminuindo sua absorção.

Antioxidantes: encontrados nas frutas e verduras ricas em vitaminas C, E e betacaroteno (como laranja, manga, mamão, beterraba, etc), eles impedem a oxidação do LDL.

Gorduras do bem: conhecidas como mono e poli-insaturadas. As mono reduzem o colesterol total sem alterar o HDL e são encontradas em oleaginosas, azeitona e abacate. As poli diminuem a produção do colesterol e estão presentes em nos óleos vegetais.

Quando o assunto é o colesterol, o que vale é ter atenção desde sempre. Muitas pessoas só se ligam nisso depois dos 40 anos, quando já pode ser tarde. Ter uma rotina saudável, consultar sempre o médico e abandonar o cigarro são essências na luta contra o colesterol, não se esqueça!

Fonte: Clique Saúde

A disciplina é parte fundamental de uma estratégia vencedora A disciplina é parte fundamental de uma estratégia vencedora – Plano de Saúde – RJ August 30, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , ,
add a comment

O vencedor, além de perfeccionista, é disciplinado.Pelé, o atleta do século 20, recorreu a outros esportes para adquirir características que considerava importantes para jogar futebol.Para apreender isso, precisou ter disciplina.Oscar, o “mão santa”, um dos maiores cestinhas da história do basquete mundial, aprimorou seus arremesos ao cesto treinando diariamente, durante horas, demonstrando uma enorme disciplina.

Ambos esportistas, ícones em seus respectivos esportes, buscavam a prefeição e, disciplinados, recorriam aos esforços para se aproximar dela.A disciplina é parte fundamental para que um atleta execute bem a estratégia que esboçou.Para seguir à risca todos os passos delineados, ela é a grande aliada.

Quem pratica esportes competitivos tem essa disciplina arraigada.Sabe que precisará treinar cansado, com dor, de manhã,à tarde e à noite.É uma rotina dura, sintetizada pela famosa frase No pain, no gain, que pode ser traduzida livremente como “Sem esforço, não há ganhos”.No esporte competitivo, a disciplina é fundamental para a execução ser vencedora.Se por um lado a disciplina exige dedicação, tem como recompensa a obtenção dos seus objetivos.O desafios estão presentes no esporte e, também, no dia a dia de nossas vidas.

Fonte:Esportismo – autores: Rodrigo Motta e Wagner Castropil.

Texto revisado por Clarice Aristides.

Fonte: Clique Saúde

Alimentação e enxaqueca – Plano de Saúde RJ August 8, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Alimentação.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A Enxaqueca é um problema muito comum. Os estudos mostram que uma pessoa a cada cinco sofre dela. Além de dor de cabeça forte, a crise de enxaqueca pode vir acompanhada de uma série de outros sintomas, como náuseas, vômitos, tonturas, visão embaçada, formigamentos pelo corpo, etc.

Uma crise de enxaqueca pode ser desencadeada pelos mais diversos fatores. A lista é infinita e varia de pessoa para pessoa. Seria angustiante e uma grande perda de tempo sair à busca de todos os alimentos desencadeantes em cada um dos enxaquecosos, e recomendar a todos que os evitassem. Aquilo que desencadeia crise de enxaqueca para um, não necessariamente para outro.

A solução não é viver dentro de uma bolha e sempre passando vontade, mas sim melhorar para que você possa vir a se expor a esses ingredientes, sem ganhar uma crise de enxaqueca em troca. Isso é a verdadeira melhora da enxaqueca!

Normalmente, quanto mais grave uma enxaqueca, mais fatores (alimentares ou não) podem desencadeá-la, maior sua predisposição. Quando meus pacientes melhoram, comentam com alegria: “Antigamente, se eu comesse tal prato, era enxaqueca na certa. Outro dia eu comi, e não senti nada!!!”

Ter sua enxaqueca desencadeada por um fator, no caso um alimento, nem sempre significa que ele a esteja causando. Significa que você está com uma doença (enxaqueca) que predispõe o aparecimento dos sintomas mediante qualquer coisa, por mais inocente que seja.

Existem, entretanto, alimentos que estão por trás da causa da enxaqueca.

Estes alimentos quando consumidos em excesso desequilibram importantes substâncias como hormônios e neuropeptídeos, podendo resultar na doença. Quando você tem a doença, aí sim, qualquer coisa pode desencadear uma crise.

Alguns alimentos são típicos desencadeantes de crises de enxaqueca para alguns portadores da doença, tais como bebidas alcoólicas, alimentos contendo aspartame, glutamato monossódico (que serve para enriquecer o sabor, sendo muito usado na cozinha chinesa), frutas cítricas, embutidos (salsicha, salame, etc), enlatados.

Na minha dieta poderá acontecer, eventualmente, de você já saber por experiência própria que um determinado alimento permitido (por exemplo, frutas cítricas) lhe desencadeia crises. Nesse caso, evite este alimento. Não é porque ele é permitido, que ele deva ser obrigatório.

O café, em particular, costuma ser consumido em quantidades excessivas, agravando os sintomas de dor de cabeça, e também os de ansiedade e de pressão alta para os que dela sofrem. Na minha dieta, a recomendação é que o café seja evitado completamente nos primeiros três meses.

Tão importante quanto evitar o alimento errado, é não deixar de se alimentar. Ficar muito tempo sem se comer leva a uma baixa do açúcar no sangue (hipoglicemia), para a qual as pessoas que sofrem de Enxaqueca são muito sensíveis. Coma 3 refeições bem balanceadas todos os dias. Nunca deixe a fome chegar. Evite “pular” refeições.

Por favor, não deixe de ler meu livro Enxaqueca – Só Tem Quem Quer, pois em suas 300 páginas ele contém muito, mas muito mais explicações e recomendações para você.

Com todas as dicas sobre alimentação do site e ainda mais detalhadas no meu livro, o objetivo é que após um certo período, você até possa ter, ocasionalmente, o seu “dia de comilão” sem que isso lhe cause crises e aborrecimentos posteriores.

Os conhecimentos adquiridos por diversas áreas da ciência nos últimos anos estão explicando o porquê da enxaqueca, em função dos alimentos. Compreendê-los, e suas propriedades pró e antienxaqueca, é um grande passo, um poderoso instrumento, no sentido de controlar, definitivamente, este mal. A maior farmácia do mundo está na nossa própria cozinha, e isso vale para a enxaqueca.

Mas infelizmente, nas últimas décadas, as pessoas foram aprendendo que cozinhar era coisa de gente desocupada, desatualizada, submissa. O consumo de alimentos industrializados aumentou vertiginosamente, assim como a enxaqueca, dores de cabeça crônicas, depressão e ansiedade.

Restaurantes fast-food reforçam a idéia de que comer é perda de tempo e, portanto, deve ser feito o mais rapidamente possível. Interesses de mercado, aqui também, influenciam dramaticamente. O que mais se vende são produtos ricos em carboidratos refinados, sejam eles preparados com açúcar, farinha ou amido.

Antigamente, o café era moído na padaria, você levava para casa e preparava no coador de pano. Atualmente, nunca foi tão fácil, rápido e barato tomar um cafezinho. Um refrigerante. Um suco (artificial, é claro). “Água? O que é isso? Se eu tomar, é capaz de eu passar mal!!! Meu organismo não aguenta!” Essa inversão de propriedades pode parecer piada, mas é assim que a maioria das pessoas que me procuram se referem a esse líquido tão precioso, tão saudável… e tão menosprezado.

Nós somos o que comemos. Essa frase nunca foi tão verdadeira. Você come, por exemplo, um frango. O frango, hoje, deixou de ser um alimento natural, para se transformar numa mistura de gorduras e hormônios totalmente alterados. Afinal, foi a base de doses cavalares de remédios, fatores de crescimento, antibióticos e suplementos artificiais que esse frango foi capaz de passar de um ovo a dois quilos de carne em pouco mais de um mês! Nós fazemos parte de um sistema chamado cadeia alimentar. Pense no peixinho que é engolido pelo peixe maior, que por sua vez é engolido pelo peixão. No final, ao comer um frango, você está comendo aquilo que ele comeu antes! Acredite: Ao contrário do que você e seu médico sempre acreditaram, o frango comum, que se encontra por aí, é um dos alimentos menos saudáveis que existem! Se os hormônios dele estão alterados, ao devorá-lo, os seus hormônios também se alteram. Sabemos que o desequilíbrio hormonal é um dos fatores determinantes da enxaqueca.

Fonte: Clique Saúde

Infecção Urinária, Causas e sintomas. – Plano de Saúde Rio August 6, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Causa da doença

A infecção do trato urinário (ITU) é uma infecção bacteriana que afeta qualquer parte do trato urinário. Ela acomete principalmente as mulheres, pois estas, diferentemente dos homens, possuem a uretra mais curta, permitindo que as bactérias tenham um acesso mais fácil à bexiga.

Causas

A maior parte das infecções urinárias é causada pelas bactérias Escherichia coli (E. coli), que atuam de forma benéfica no trato intestinal, mas, quando em contato com o sistema urinário, tornam-se nocivas e causam bastante sofrimento ao paciente.

Tipos

Há dois tipos de infecção do trato urinário, o tipo mais comum é conhecido como cistite (infecção da bexiga urinária), o outro tipo de ITU é a pielonefrite (infecção renal), este tipo é o mais grave.

Sintomas

Os principais sintomas da cistite são dor ou ardor ao urinar, necessidade freqüente de urinar com pouca eliminação de urina, dor na uretra, dor na pélvis, algumas vezes pode apresentar febre baixa e a presença de sangue na urina. Na pielonefrite os sintomas mais comumente apresentados costumam ser dores nas costas na altura dos rins, febre alta, calafrios e náuseas.

Tratamento

O tratamento deve ser indicado pelo médico após confirmação diagnóstica. Neste caso, somente o médico é quem poderá indicar a medicação correta e a duração do tratamento. É muito importante que o tempo de tratamento seja respeitado e seguido, mesmo após o desaparecimento dos sintomas.

Existem algumas medidas importantes que podem prevenir as infecções do trato urinário, tais como:

– Cuidados com a higiene pessoal;

– Evitar transportar as bactérias da região anal para a uretra, para isso, as meninas devem ser orientadas desde cedo a fazer a higiene da frente para trás sempre que usarem o banheiro;

– lavar as mãos antes e após de utilizar o banheiro;

– No banho as mulheres e meninas devem lavar-se sempre na direção da frente para trás;

– Durante o período menstrual os absorventes devem ser trocados várias vezes, pois o sangue menstrual é um meio de proliferação de bactérias;

– Ingerir bastante água, pelo menos de 2 litros por dia;

– Não reter a urina por longos períodos, o ideal é urinar a cada duas ou três horas;

– Para mulheres que sofrem de ITU após atividade sexual, recomenda-se ingerir água antes e depois da relação, para que, após o ato, esvaziem a bexiga o quanto antes . Com este procedimento simples, as bactérias que podem ter entrado na uretra são expelidas.

Fonte: Saude no Clique

Tipos de Cirurgia Bariátrica – Plano de Saúde RJ August 4, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

A cirugia bariátrica é um tipo de procedimento cirúrgico que visa reduzir o tamanho do estômago e oferece importante perda de peso. É um método utilizado principalmente por pacientes com obesidade morbida . A maioria desses casos são aqueles em que o índice de massa corporal2 (IMC) atinge valores superiores a 40 kg/m².

Tipos:

Banda Gástrica: é colocado um anel feito de silicone inflável na parte superior do estômago, oferece de 20 a 30% de perda de peso;
Gastrectomia Vertical: corta verticalmente parte do estômago, esse procedimento oferece perda de 30% do peso;
Gastroplastia com derivação intestinal: o estômago é grampeado e é um dos métodos mais usados no Brasil, oferecendo perda de 30 a 40% do peso.

No método que  há redução do tamanho do estômago, existem três tipos: banda vertical ajustável, gastroplastia vertical, gastroplastia vertical com by-pass em y de Roux. A gastroplastia vertical foi desenvolvida por cirurgiões. Além da restrição causada pela diminuição do volume do estômago, os alimentos, porque eles deixam de passar pela primeira parte do intestino delgado.

O segundo tipo é a cirurgia disabsortiva (ou Derivação bilio-pancreática), chamada de cirurgia de Scopinaro. Neste caso, o paciente terá mais liberdade de comer maior quantidade de alimentos.

Antes de optar por uma cirurgia é preciso que se tente perder peso com dietas, exercícios físicos, sendo a cirugia a última opção e para paciente com obesidade morbida. Pois não se trata de um método que visa apenas a estética mas sim um caso de saúde. Por isso é fundamental que se procure ajuda médica e cabe a ele a decisão de fazer uma cirugia. É importante também que após a cirugia o paciente mantenha uma alimentação equilibrada e pratique exercícios físicos regularmente.

Fonte: Saúde no Clique