jump to navigation

Diga Não a TPM! – Plano Shop RJ October 4, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Para começar você deve prestar atenção na sua alimentação, pois ela ajuda muito a combater sintomas da TPM. Quase todos os sintomas da TPM têm alguma relação com a alimentação, que podem estar sendo consumidos em excesso ou escassez. Para isso é preciso alguns ajustes para que os benefícios apareçam, priorizando a ingestão de alguns e evitando a de outros.

O nervosismo, irritabilidade, depressão e crises de choro comuns nesse período são causados pelas baixas de cálcio e vitamina B6 no organismo, dias antes da menstruação.

Você não precisa gastar fortunas com medicamentos, o melhor mesmo é optar por alimentos simples e de fácil acesso. O cálcio, por exemplo, é comum no leite, iogurte, mas opte pelos menos gordurosos.

Já a vitamina B6 você encontra na carne, banana, batata, grãos integrais, lentilha entre outros.

Todo mês a mesma coisa. E boas partes das mulheres queixam-se de sintomas típicos da tensão pré-menstrual, pode ser dor nas pernas, inchaço, dor de cabeça, dor nos seios, irritação, entre outros.

É importante manter uma boa alimentação durante todo o mês, mas se não for possível, iniciar o consumo de 15 a 10 dias antes da menstruação pode fazer a diferença… Então mês que vem não será assim.

Fonte: Dicas de Saúde

Advertisements

Saúde mental. Doenças mentais afetam adolescentes – Plano de Saúde RJ September 30, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
add a comment

Para viver com saúde é preciso ter atenção a sintomas que adolescentes e jovens possam apresentar. Ir ao médico psiquiatra não significa que se está louco. Se um adolescente tem dificuldade de aprendizado, de relacionamento ou outro fator que esteja prejudicando seu desempenho é preciso procurar um médico. A saúde mental é muito importante para a saúde geral da pessoa.

Um artigo publicado na revista inglesa The Lancet constatou que doenças neuropsiquiátricas são a principal causa de afastamento do trabalho e do estudo na adolescência. Cerca de 45% dos casos de afastamento na faixa etária de 10 a 25 anos estão associados a problemas psíquicos – especialmente depressão, alcoolismo, esquizofrenia e transtorno bipolar.

Esta é a primeira análise científica que tenta traçar um panorama global de fatores que podem levar à invalidez na juventude. Os autores, da Organização Mundial da Saúde (OMS), utilizaram dados do Global Burden of Disease, levantamento internacional do impacto das doenças na família, na economia e na sociedade. Foi avaliado um índice chamado Daly, que mede o tempo de vida perdido por morte prematura ou doença debilitante.

As três principais causas de afastamento do estudo e do trabalho, na ordem, são: doenças psiquiátricas (45%), acidentes (12%, especialmente no trânsito) e doenças infecciosas ou parasitárias (10%). O estudo também aponta os principais fatores de risco para a saúde durante a adolescência: pela ordem, alcoolismo, sexo inseguro, deficiência de ferro e gravidez.

Fonte: Viver com saúde

Sintomas de Gravidez – Plano de Saúde RJ August 25, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , ,
add a comment

Sintomas de GravidezOs sintomas da gravidez variam de mulher a mulher e de gravidez a gravidez. No entanto, um dos sintomas mais importantes de gravidez é o atraso ou a falta de menstruação.

É importante compreender os sinais e sintomas de gravidez, porque cada manifestação pode se relacionar a algo diferente do estado de gestação.

Algumas mulheres apresentam sinais e sintomas de gravidez dentro da primeira semana da concepção. Em outras mulheres, os sintomas da gravidez se desenvolvem em algumas semanas ou não se apresentam.

Que sintomas indicam que posso estar grávida?

Os sinais mais tipicos de que pode estar grávida, começando pelo mais óbvios, é a ausência de menstruação. Se for este o caso, então o melhor é fazer um teste de gravidez. Outros sinais são tendencialmente, o peito sensível e náuseas, apesar de que estas só se manifestam normalmente, a partir das seis ou oito semanas. Já a sensibilidade nos seios é um sintoma que se manifesta muito cedo e que é um bom indicador. Algumas mulheres queixam-se também de “inchaço” na barriga ou de se entirem mais cheias que o costume. Apesar de não ser visível a olho nu, todos sentimos quando estamos a ganhar um pouco de peso.
Assim, um sentimento de aumento de peso ou tamanho, sensibilidade nos seios, náuseas e ausência de período menstrual, são bons indicadores de potencial gravidez.

Como é que eu sei se algum sintoma de gravidez é normal?

“Normal” é um conceito muito abrangente, daí que não possa saber se é “normal”. Tem à sua disposição a internet e livros que pode consultar, mas não tem necessariamente de ter sensibilidade nos seios, ou de sentir náuseas e enjoos para ter uma gravidez normal.
Coisas que não são normais são as cãibras ou eventuais sangramentos. À parte disto contudo, qualquer sintoma que apareça, se não houver menstruação, pode ser de facto sinal que pode estar grávida.

Quando devo ir ao medico se achar que estou grávida?

Quem está a tentar engravidar fica, compreensivelmente, muito excitado quando consegue. Estas pessoas gostam de ir de imediato ao médico, que fica é claro, contente por as receber. Mas na verdade, os médicos não gostam de receber grávidas antes das seis ou oito semanas, porque com quatro ou cinco semanas de gestação a única coisa que os médicos podem realmente fazer é um teste de sangue.
Neste período, das quatro às cinco semanas, uma ecografia não vai mostrar nada. A partir das seis semanas, já se pode ver por vezes, um pequeno “saco” dentro do útero mas não vê nenhum bebé, feto ou bater do coração antes deste período. Por isto, se for ao médico a partir das sete semanas, receberá mais informação e sairá de lá “nas nuvens”.
Estes são os sintomas gerais mas existem por vezes algumas variações. É frequente ouvir mulheres dizerem que tiveram determinado sintoma e outras que sentiram outros.

A seguir tem uma lista de alguns dos sintomas e sinais de gravidez mais comuns.  Se a mulher tem estado sexualmente ativa e apresentando qualquer um dos seguintes sintomas é importante fazer um teste de gravidez.

Sangramento de implantação:

O sangramento de implantação pode ser um dos primeiros sintomas de gravidez. Aproximadamente, de 6-12 dias após a concepção, o embrião se implanta na parede uterina. Algumas mulheres apresentam manchas de sangue, assim como algumas cãibras.

Outras explicações: menstruação real, alteração menstrual, mudança de pílula anticoncepcional, infecção ou lesão da relação sexual.

Atraso ou diferença na menstruação:

O atraso ou a falta da menstruação é o sintoma mais comum da gravidez que conduz uma mulher a fazer o teste de gravidez. Quando a mulher fica grávida, deve faltar a menstruação seguinte.

Muitas sangram até estando grávidas, mas comumente o sangramento é mais curto ou mais leve do que numa menstruação normal.

Outras explicações: ganho ou perda excessiva de peso, fadiga, problemas hormonais, tensão, estresse, parar de tomar a pílula anticoncepcional ou amamentação.

Peitos inchados ou sensíveis:

Os peitos inchados ou sensíveis são um sintoma da gravidez que pode começar a partir de 1-2 semanas após a concepção. As mulheres podem notar alterações em suas mamas; podem estar sensíveis ao toque, doloridas ou inchadas.

Outras explicações: desequilíbrio hormonal, comprimidos anticoncepcionais e tensão pré-menstrual (TPM) também podem causar inchaço ou sensibilidade dos peitos.

Fadiga ou cansaço:

A sensação de fadiga ou de maior cansaço é um sintoma de gravidez que pode também começar já na primeira semana após a concepção.

Outras explicações: estresse, exaustão, depressão, resfriado ou gripe ou outras doenças podem também provocar a sensação de cansado ou fadiga.

Náusea matutina:

Este sintoma de gravidez bem conhecido se mostra muitas vezes entre a segunda e a oitava semana após a concepção. Algumas mulheres têm a sorte de não terem náuseas matutinas, enquanto outras têm náusea durante a maior parte da gravidez.

Outras explicações: intoxicação alimentar, estresse ou outras desordens do estômago também podem causar enjoo.

Dor nas costas:

As dores lombares podem ser um sintoma que ocorre nos primeiros meses da gravidez. No entanto, é comum sentir dor leve durante toda a gravidez.

Outras explicações: tensão pré-menstrual, estresse, outros problemas das costas e tensões físicas ou mentais.

Dores de cabeça:

O súbito aumento dos hormônios no corpo pode causar cefaléia (dor de cabeça) nos primeiros meses da gravidez.

Outras explicações: desidratação, interrupção da cafeína, tensão pré-menstrual, esforço visual ou outras enfermidades podem ser fonte de cefaléia frequente ou crônica.

Micção frequente:

Em volta de 6-8 semanas após a concepção, podem se ter mais algumas idas ao banheiro.

Outras explicações: infecção urinária, diabetes, aumento do consumo de líquidos ou consumo excessivo de diuréticos.

Escurecimento das aréolas mamárias:

Durante a gravidez, a pele à volta dos mamilos pode ficar mais escura.

Outras explicações: desequilíbrio hormonal independente de gravidez ou pode ser um efeito remanescente de uma gravidez anterior.

Vontade excessiva de comer:

Embora pode não existir um forte desejo de comer picles e sorvetes, muitas mulheres sentem vontade de determinados alimentos quando estão grávidas. Isto pode durar toda a gravidez.

Outras explicações: dieta inadequada, falta de um determinado nutriente, estresse, depressão ou tensão pré-menstrual.

 

Fonte: Clique Saúde

Bulimia: Sintomas e Tratamentos – Plano de saúde RJ August 17, 2011

Posted by Plano Shop Saúde in Saúde.
Tags: , , , ,
add a comment

A Bulimia Nervosa é um Transtorno Alimentar muito difícil de ser diagnosticado pois seus sintomas podem ser confundidos com outras doenças ou muitas vezes nem são levados a sério. A doença se caracteriza  pela ingestão de grandes quantidades de alimentos ( a pessoa come compulsivamente), pouco depois de arrepende de ter comido e acaba autoinduzindo vômitos, recorre a uso de laxantes e diuréticos e pratica muitos exercícios de forma exagerada para evitar o ganho de peso.

Muitas pessoas acabam confundindo anorexia e bulimia, a diferença é que  na bulimia pode não haver perda de peso. A doença pode acometer em mulheres jovens,podendo ocorrer  raramente, em homens e mulheres com mais idade.

Sintomas:

  • Vômitos auto-induzidos;
  • Distúrbio depressivos, ansiedade, comportamento obsessivo.
  • Ingestão exagerada de alimentos em um curto espaço de tempo;
  • Uso de laxantes e diuréticos indiscriminadamente;
  • Dietas severas intermediadas por repentinas perdas de controle que levam à ingestão compulsiva de alimentos.

Tratamento:

O tratamento é baseado em acompanhamento de equipe de médico de várias áreas ( nutricionista, psicólogos e médicos ). Em casos com depressão e ansiedade faz-se o uso de medicamentos antidepressivos.